Mujeres liderando por un mundo sostenible

Finished 27 / 02 / 2020
Co-financiado!
Atingidos
€ 3.855
Minimum
€ 1.000
ótimo
€ 5.000
64 Apoiadores
Contributing € 5
Colaboração Krill

Krill é a base de todo o ecossistema antártico :)
Vou mencioná-lo nos agradecimentos do meu site.

> 07 Apoiadores
Contributing € 20
Colaboração estrela do mar

• Menção nos créditos do meu site e caderno de expedição
• Certificado personalizado de agradecimento por você compartilhar nas redes

> 14 Apoiadores
Contributing € 50
Colaboração Petrel

• Menção nos créditos do meu caderno na web e na expedição
• Nomeie um pinguim
• Certificado personalizado de agradecimento por você compartilhar nas redes

> 21 Apoiadores
Contributing € 100
Colaboração Albatros

• Menção nos créditos do meu caderno na web e na expedição
• Nomeie um pinguim
Vídeo exclusivo da Antártica agradecendo sua colaboração
• Certificado personalizado de agradecimento por você compartilhar nas redes

> 09 Apoiadores
Contributing € 500
Colaboração do pinguim-imperador

• Menção nos créditos do meu caderno na web e na expedição
• Nomeie um pinguim
Vídeo exclusivo da Antártica agradecendo sua colaboração
• Vou pintar você e enviar uma aquarela original com seu animal favorito
• Certificado personalizado de agradecimento por você compartilhar nas redes

> 01 Apoiadores
Contributing € 1.000
Patrocínio (instituições ou empresas)

Se você deseja me patrocinar, entre em contato (zaidaortega@usal.es) e discutiremos as opções, muito obrigada!

> 00 Apoiadores

About this project

Colabore com Zaida e Homeward Bound para ajudar outras mulheres a trabalhar contra as mudanças climáticas
Task Minimum ótimo
Taxas de Homeward Bound
No total, eu preciso de cerca de € 20.000 para participar do Homeward Bound [17.000 € de aula (que inclui treinamento durante todo o ano e expedição à Antártica) + transporte para Ushuaia + roupa térmica + seguro de viagem]. Já obtive um patrocínio de 25% da empresa CFI de Palencia (Espanha) e estou em negociações para obter mais apoio de empresas e instituições. É por isso que peço à comunidade de financiamento coletivo que obtenha, idealmente, 25% do financiamento total, ou seja, 5.000 €. Eu coloquei pelo menos 1.000 €, mas o ideal seria obter 5.000 €. De qualquer forma, o projeto será bem-sucedido. Se o financiamento é mais fácil ou mais difícil de obter, eu o receberei, mesmo que precise de empréstimos, para que não haja risco de o projeto falhar. Dito isto, quanto mais chegarmos aqui, mais tempo e energia terei de me dedicar ao trabalho pela igualdade de gênero e pela proteção da natureza, para que quanto mais você puder me dar, melhor. Muito obrigada!
€ 1.000
Taxa de Homeward Bound
É improvável, porque ainda preciso 75% do financiamento (€ 15.000; você pode ler a explicação detalhada dos custos acima), mas se excedermos o necessário, o que eu faria é perguntar aos colaboradores, se preferir doar para (1) outras participantes da Homeward Bound ou (2) a Jane Goodall Roots and Shoots Foundation (que educa meninas e meninos a cuidar da natureza).
€ 4.000
Total € 1.000 € 5.000
Necessary
Supplemental

General information

! [] (// data.goteo.org/700x0/zaida-ortega-teamhb-7.jpg)

Estamos em um momento crítico: não podemos mais parar as mudanças climáticas, mas podemos tornar suas consequências menos prejudiciais. Temos menos de 12 anos para alcançá-lo, e a única chave para isso é tornar-se sustentável. As mulheres estamos demonstrando um modelo de liderança baseado em integridade, resiliência e colaboração, que pode ser a chave para resolver problemas ambientais e alcançar um planeta sustentável, queremos melhorar o mundo e estamos preparadas para isso!
O que acontece é que, por enquanto, as mulheres somos menos do 15% em posições de liderança em todas as áreas. É aí que reside a importância do programa Homeward Bound , que está criando uma rede de 1.000 líderes científicas para trabalharem juntas por um mundo sustentável . Homeward Bound está em sua quinta edição (HB5), e elas viram em mim aquelas qualidades que procuram selecionar suas participantes: conhecimento científico, responsabilidade, integridade, resiliência e capacidade de colaborar para um bem comum. Participar do Homeward Bound significa receber treinamento em liderança colaborativa , com as melhores professoras do mundo, e fazer parte de uma super rede de cientistas com um objetivo comum: capacitar outras meninas e mulheres e melhorar a sustentabilidade do planeta.
Meus objetivos são claros: (1) treinar e empoderar outras mulheres e meninas e (2) contribuir para as sociedades ter mais equilíbrio com a natureza . É por isso que peço que você colabore comigo para poder participar do Homeward Bound, pois minha participação ajudará outras mulheres e o meio ambiente.

Main features and goals of the crowdfunding campaign

O que é Homeward Bound?

É um projeto revolucionário que visa treinar —em dez anos— 1.000 mulheres cientistas em todo o mundo em liderança colaborativa, para formar uma poderosa rede de líderes científicas que vamos trabalhar por uma sociedade mais igualitária e sustentável. Os principais objetivos das participantes do Homeward Bound são melhorar em igualdade de gênero e lutar contra as mudanças climáticas.
O Homeward Bound está na 5ª edição (# TeamHB5), na qual 80 mulheres de todo o mundo foram selecionadas para participar. O programa é um curso intensivo de um ano em liderança colaborativa e comunicação científica, ministrado on-line pelas melhores profissionais de todo o mundo, culminando em uma expedição-congresso de três semanas à Antártica. Após o período de treinamento, as participantes da Homeward Bound vamos continuar trabalhando indefinidamente em projetos que melhoram o nosso futuro.
O sistema, no momento, dificulta que as mulheres avancemos em nossas carreiras, e inspiremos e ajudemos outras. Embora possamos não ver seu valor no curto prazo, o projeto Homeward Bound é revolucionário, pois ao incentivar as mulheres cientistas a liderar, o caminho é facilitado para as que chegam mais tarde. É por isso que o projeto terá um grande impacto: (1) ajudando outras meninas e mulheres em todo o mundo em diferentes aspectos (para que elas tenham mais facilidade em se dedicar à ciência e sejam capazes de alcançar posições de tomada de decisão, para que tenham uma melhor educação, e também para que sejam menos vulneráveis às conseqüências das mudanças climáticas) e (2) protegendo o meio ambiente e o clima. O retorno de cada participante à sociedade será importante e, além disso, o impacto coletivo de uma rede de 1.000 líderes será enorme.

Por que mulheres?

As mulheres, somos mais da metade das pessoas, mas estamos sub-representadas em todas as posições de liderança e tomada de decisão. Atualmente, somos 60% dos graduados da universidade, mas apenas 10 a 20% dos cargos acadêmicos importantes. Na tomada de decisão, não atingimos 15%.
Está provado que ter equipes mais diversas melhora os resultados de qualquer atividade —particularmente a ciência—, portanto, é claro que melhorar a igualdade de gênero na tomada de decisões nos permitirá obter melhores soluções para as atuais crises ambientais. Além disso, está provado que as mulheres (no geral) cuidamos mais do meio ambiente, por exemplo, sabe-se que países com mais mulheres no parlamento agem mais contra as mudanças climáticas e que isso não é por acaso, se não uma conseqüência direta do trabalho das mulheres. Portanto, o treinamento da Homeward Bound em habilidades de liderança, visibilidade e estratégia, começando com participantes com um profundo conhecimento científico e um objetivo comum de construir uma rede de trabalho sólida, que nos consolide como líderes científicas, terá uma grande impacto na tomada de decisões apropriadas para ter sociedades mais sustentáveis.

Por que cientistas?

A ciência desempenha um papel fundamental na resolução de problemas sociais e ambientais e na construção de um futuro melhor. Portanto, Homeward Bound visa melhorar a visibilidade, a comunicação e a capacidade de impacto das mulheres que trabalham na STEMM (ciência, tecnologia, engenharia, matemática e medicina, por as iniciais em inglês). Além da grande desigualdade de gênero na liderança, as mulheres que trabalhamos em STEMM enfrentamos desafios específicos que dificultam o avanço na carreira científica. No entanto, mulheres líderes com formação em STEMM somos essenciais para desenvolver e conduzir projetos que ajudarão os humanos a interagir de forma mais equilibrada com a natureza

Por que a Antártica?

Os habitats da Antártica são os mais sensíveis às atuais crises ambientais, onde o impacto das mudanças climáticas é mais apreciado. Portanto —e levando em conta que não há humanos nativos por lá— as participantes do Homeward Bound somos embaixadoras em defesa da Antártica e da sustentabilidade.
Além disso, a expedição antártica de três semanas, na qual as 80 participantes vamos trabalhar juntas —com figuras internacionais da relevância de Musimbi Kanyoro e Christiana Figueres como professoras a bordo do navio— é um ponto-chave do treinamento em liderança. Aprender e trabalhar com tantas mulheres, com formação interdisciplinar e diferentes idades e nacionalidades, dentro de um barco sob condições extremas no ambiente mais remoto e frágil da Terra, vai nos proporcionar um treinamento que vai mudar nossas vidas y que reforçará nossas habilidades de liderança.
Finalmente, é importante observar que estamos cientes de que viajar para a Antártica gera um forte impacto ambiental, e é por isso que nossa viagem é organizada para poluir o mínimo possível, reduzindo, reutilizando e reciclando tudo, e cobrindo todas as emissões de dióxido de carbono —que não podam ser reduzido antes— através de programas de compensação. Para começar, estou anos me dislocando de bicicleta, reduzindo ao mínimo o uso de plásticos, evitando comer carne e poluindo ao mínimo. A partir de agora, substituirei todos os vôos que puder pelos trens. Embora eu lamento a pegada de carbono da viagem à Antártida, acho que o retorno positivo que você vai ter para a sociedade será muito grande e, portanto, vale a pena.

Why this is important

O projeto Homeward Bound é voltado para mulheres com treinamento em STEMM (ciência, tecnologia, engenharia, matemática e medicina) que possuem a energia e as habilidades necessárias para se tornarem líderes que se conectam com outras mulheres para melhorar a igualdade de gênero, contra crise climática e para um planeta sustentável.
Eu (Zaida Ortega) fui escolhida para participar do Homeward Bound. Portanto, esta campanha tem como objetivo apoiar minha participação no programa. O Homeward Bound me oferece uma bolsa de estudos que cobre 60% dos custos do programa e os outros 40% que eu tenho para obtê-lo, então preciso da sua ajuda. Peço a sua colaboração para financiar minha participação, mas com o objetivo claro de retornar à sociedade e ao meio ambiente, pois sempre trabalharei —como já faço, mas com muito mais impacto— para melhorar em igualdade de gênero e proteger a natureza.

Team and experience

Eu sou bióloga, com um mestrado em biodiversidade e outro em estatística, e doutorado em ecologia. Tenho mais de dez anos de experiência como cientista. Meu trabalho é baseado em (1) investigação, (2) treinar outros biólogos e biólogas, e (3) comunicação, ciência e conscientizar sobre meio ambiente e igualdade de gênero. Na pesquisa , estudo a influência da temperatura ambiental no comportamento dos vertebrados terrestres (de lagartos a tamanduás gigantes), para saber também como as mudanças climáticas os afetarão e o que podemos fazer para diminuir o impacto. Na docência , ensino na universidade, de estatística e ecologia de campo ou comportamento animal, e também oriento pesquisas em estudantes de mestrado e doutorado. Na comunicação , organizo vários eventos de palestras e minicursos, e também uso redes sociais e arte para divulgar, incluindo facilitação gráfica. Quanto à conscientização, passo principalmente diariamente, nas redes sociais e também em palestras. Minha participação no Homeward Bound será muito positiva para consolidar minhas habilidades de comunicação e estratégia.

Social commitment